UNITA - ANGOLA
Fonte :
Angop
Ensino Superior Alerta Comunidade Acadêmica Contra Instituições E Cursos Ilegais
Estudantes Angolanos 06-03-2018.jpg
O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) alertou, esta terça-feira, a comunidade acadêmica, pais e encarregados de educação a verificarem a situação legal das instituições e dos cursos no acto de inscrição para o ingresso no ensino superior.

Conforme o departamento ministerial, a inscrição e a matrícula em estabelecimento de ensino superior ilegal é da inteira responsabilidade das entidades promotoras e dos candidatos que nela se inscreveram, nos termos da lei.

“Os candidatos ao ingresso no ensino superior, em particular, no acto de inscrição de candidatura a formação graduada numa Instituição de Ensino Superior Privada, devem verificar previamente se esta é detentora do respectivo Decreto Presidencial de criação e do Decreto Executivo que cria o curso de graduação em que se candidata”, lê-se na nota de imprensa a que a ANGOP teve acesso.

Dados divulgados recentemente, indicam que, para o presente ano acadêmico, estão disponíveis 151.926 vagas.

A área de formação da Agricultura, Florestas e Pescas conta com 1.463 vagas, Ciências com 1.845, Ciências Sociais, Comércio e Direito com 65.825, Educação com 18.539, Engenharia, Indústria e Produção com 27.544 lugares, Humanidades, Letras e Artes com 14.958, Saúde e Protecção Social com 21.752
O país conta com uma academia pública, 21 universidades (11 públicas e 10 privadas), 68 institutos superiores (16 públicos e 52 privados), 6 escolas superiores (4 públicas e 2 privadas).

No total são 96 instituições do ensino superior, sendo 32 públicas e 64 privadas.
O ano acadêmico 2021/2022 tem o seu início marcado para o dia 4 de Outubro.

Fonte: Jornalista Joaquina Bento /Angop
www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Ex-Presidente da UNITA (2003-2019)
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicacão e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
©  Copyright 2002-2020
Terça-feira, 28 de Setembro de 2021