UNITAANGOLA
Fonte : KUP
UNITA agradece contribui√ß√Ķes √†s ex√©quias do seu l√≠der Fundador
Dr-Savimbi (2).gif
O Presidente da UNITA agradeceu em confer√™ncia de imprensa, as manifesta√ß√Ķes de solidariedade dos angolanos e n√£o s√≥ aquando das ex√©quias do Dr. Jonas Malheiro Savimbi.

‚ÄúCentenas de milhares de angolanos, e tamb√©m estrangeiros, juntaram-se em todas as capitais municipais e provinciais ou foram at√© √† Lopitanga para transmitirem com a sua presen√ßa o √ļltimo adeus √†quele que em vida foi um dos fundadores da nacionalidade angolana, em 1975, e da Rep√ļblica de Angola com seu Estado Democr√°tico de Direito, em 1991‚ÄĚ, disse Isa√≠as Samakuva, que sublinhou as mensagens de solidariedade e milhares de angolanos que participaram no vel√≥rio realizado nos locais onde o cortejo f√ļnebre passou, sobretudo no Luena, Kuito/Bi√©, Huambo, Bailundo, Kalussinga e Andulo.

O líder da UNITA, agradeceu, ainda aos milhares de cidadãos que contribuíram financeiramente com a soma total de Kz. 83.554.565.00, para as exéquias do histórico líder do Partido.

‚ÄúFoi uma valiosa contribui√ß√£o que ultrapassou em muito as nossas expectativas. Ajudou bastante nas despesas do processo das ex√©quias, cujo custo rondou Kz. 490.751.650.00. A nossa previs√£o inicial era de kz. 500.000.000.00 mas tivemos que nos contentar com o que conseguimos‚ÄĚ, apontou o pol√≠tico que estendeu os agradecimentos √†s entidades estrangeiras vindas da √Āfrica do Sul, de Portugal, da Espanha, dos Estados Unidos da Am√©rica, da Z√Ęmbia, da Nam√≠bia e do Zimbabwe.

Segundo Isa√≠as Samakuva, a decis√£o tomada pelo senhor Presidente da Rep√ļblica de permitir a exuma√ß√£o e a inuma√ß√£o do Dr. Jonas Malheiro Savimbi foi digna de registo, especialmente por se tratar de um advers√°rio pol√≠tico cujo papel hist√≥rico na constru√ß√£o da P√°tria muitos procuram apagar e deturpar, assim como o fizeram com outros nacionalistas do seu pr√≥prio Partido.

‚ÄúEsta decis√£o do Chefe de Estado entregar os restos mortais do Dr. Jonas Malheiro Savimbi para ser sepultado com dignidade foi sensata, pois, apesar de rivalidades e passivos que ele pr√≥prio, ainda em vida, assumiu enquanto dirigente m√°ximo do partido, o que estava em causa era honrar com humanidade e dignidade a inuma√ß√£o de um dos fundadores da P√°tria‚ÄĚ, continuou, sugerindo que quanto mais cedo os angolanos conseguirem p√īr de lado os seus preconceitos ou querelas pessoais ou de grupos e aceitarem este facto hist√≥rico, mais cedo celebraremos os frutos da justi√ßa, do perd√£o m√ļtuo e da reconcilia√ß√£o nacional.

O l√≠der da UNITA agradeceu de igual forma a imprensa falada, escrita e televisiva, ‚Äúpelo papel que desempenharam na divulga√ß√£o das actividades realizadas na Lopitanga‚ÄĚ.

Depois da inuma√ß√£o dos restos mortais do Dr Jonas Savimbi, o Partido, segundo afirmou Isa√≠as Samakuva, vai continuar a preparar o seu aparelho para as elei√ß√Ķes aut√°rquicas e para a realiza√ß√£o do seu XIII Congresso a convocar ainda este m√™s, numa pr√≥xima reuni√£o do Comit√© Permanente.

Partilhar isto:

www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opini√Ķes
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicac√£o e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
¬©  Copyright 2002-2013
Quinta-feira, 27 de Junho de 2019