UNITAANGOLA
Fonte : KUP
Ministro das Relações Exteriores apresentou queixa contra Ex-Inspector que o acusou de Ludribriar o PR e favorecer “Marimbondos
MIREX_angola Ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto (1).jpg
O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, apresentou queixa na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o antigo inspector da instituição que tutela, António Lima Viegas, que o acusou de ludibriar o Presidente da República, João Lourenço, e de ceder a pressões de “marimbondos” para o exonerar.

A informação foi avançada pelo procurador-geral da República, Hélder Pitta Grós, à margem da conferência “Corrupção – Um Combate de Todos para Todos”, realizada esta segunda-feira, 10, no Anfiteatro do Palácio da Justiça, em Luanda.

Segundo o responsável, António Lima Viegas ainda não foi notificado da queixa apresentada pelo ministro das Relações Exteriores.

Crítico em relação às acusações publicadas nas redes sociais por António de Lima Viegas, que diz ter sido exonerado por ter descoberto “um dos maiores ninhos de marimbondos” do Ministério das Relações Exteriores, Hélder Pitta Grós defende que as mesmas deveriam ter sido apresentadas à PGR.

Para além de reprovar a atitude do ex-responsável da Inspecção-Geral do Ministério das Relações Exteriores, o procurador-geral da República sublinhou que a PGR não pode investigar todas as denúncias que circulam nas redes sociais.

No caso de António de Lima Viegas – que liderou a “instrução de duas inspecções profundas e rigorosas” ao Instituto das Comunidades Angolanas no Exterior e Serviços Consulares (ICAESC) e à Direcção de Recursos Humanos do mesmo ministério -, as denúncias sustentam que é a partir do MIREX “que há os maiores desvios de milhões de dólares que foram descobertos” no Estado.

“Não tenho dúvidas que um dos maiores buracos, ou mesmo o maior do País é no Mirex e nas Missões Diplomáticas e Consulares, “MDC”s”, nos países fronteiriços”, apontou o ex-inspector na mensagem divulgada nas redes sociais.

“O titular do Poder Executivo tem que saber que o ministro Manuel Augusto está a ludibriá-lo. À frente diz uma coisa e por trás faz o contrário”, garantiu o responsável, adiantando que se sente ameaçado.

“Resolvi efectuar a presente denúncia devido às graves irregularidades que vive o MIREX, e por outro lado porque a minha vida corre perigo”, disse.

Na mesma missiva, dirigida aos diplomatas e trabalhadores do MIREX, António Lima Viegas assume-se como “a primeira vitima da picada do marimbondo”, e reitera as acusações contra o titular da pasta.

“Senhor ministro Manuel Augusto, toda a gente sabe que você sofreu uma grande pressão do seu director de Gabinete, Salvador Allende, e do Secretário Geral, Agostinho Van-Dunem, que lhe encorajaram para tomar a decisão de me exonerar”, lê-se na missiva, na qual o antigo inspector sublinha que descobriu “um dos maiores ninhos de marimbondos existente no Ministério das Relações Exteriores”.

NJ

www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opiniões
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicacão e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
©  Copyright 2002-2013
Sabado, 15 de Dezembro de 2018