Subscreva Newsletter
UNITAANGOLA
Discursos
Data Ocasi√£o Autor
22/06/2016 Presidente da UNITA revela carta do Dr Jonas Savimbi reconhecendo as elei√ß√Ķes de 1992 Presidente Samakuva
09/12/2015 Lukamba Paulo Gato promete lealdade e colaboração ao Presidente eleito Comunicação e Marketing
09/12/2015 Deputado Kamalata Numa assegura continuar ao serviço da UNITA Comunicação e Marketing
09/12/2015 Discurso de encerramento do XII Congresso da UNITA pelo Dr. Isaías Samakuva Comunicação e Marketing
09/12/2015 Discurso de abertura do XII Congresso da UNITA pelo Dr. Isaías Samakuva Comunicação e Marketing
02/07/2015 Convocatória do XII Congresso da UNITA Presidente Samakuva
28/06/2015 Discurso do Presidente Isa√≠as Samakuva por ocasi√£o do 43¬ļ anivers√°rio da Liga da Mulher Angolana
Presidente Samakuva
16/05/2015 Discurso de abertura da X reunião ordinária do Comité Permanente da UNITA
Presidente Samakuva
03/12/2012 Discurso de abertura da II reunião da comissão política Isaías Samakuva
Todas notícias
Opini√Ķes
Parabéns à UNITA e ao Presidente Samakuva

O Presidente Isaías Samakuva impulsionou a implementação prática da resolução do XI Congresso da UNITA, de tornar o Partido numa máquina eleitoral permanente, no quadro do pensamento político, segundo o qual, campanha eleitoral de partidos que almejam poder como a UNITA, tem de ser permanente.
********************
Desafio da Comissão Política da UNITA
J√° era do dom√≠nio mais ou menos geral que o l√≠der da UNITA, Dr. Isa√≠as Samakuva granjeava enorme apoio entre angolanos. A √ļltima campanha eleitoral veio apenas confirmar a simpatia nutrida por v√°rias franjas da nossa sociedade. Tudo leva a crer que os n√≠veis dessa simpatia cresceram cada vez mais, a partir do momento em que o l√≠der da UNITA reafirmou o seu desejo de abandonar a Direc√ß√£o do Partido.
********************
Sob capa do MPLA (I)
Como o MPLA actua para se manter no poder - Por Esteves Betatela Pena
Volvidos 42 anos de conviv√™ncia com o MPLA, experi√™ncias directas e indirectas, restam-nos li√ß√Ķes que uma vez bem apreendidas, podem ajudar-nos n√£o s√≥ entender, tamb√©m a procurar formas de como comportarmo-nos face as suas manobras, que visam perpectuar-se no poder afastando outras for√ßas politicas ou mesmo elimina-las no xadrez pol√≠tico.
********************
Declaração de voto/Conselheira Imaculada da Conceição Melo
Contudo, j√° n√£o subscrevo o entendimento proferido pelo Tribunal quando refere que foram observados os procedimentos legais e regulamentares para a divulga√ß√£o dos referidos resultados, ao mesmo tempo que considera que as normas da Lei n¬ļ 36/11, Lei Org√Ęnica sobre as Elei√ß√Ķes Gerais (LOEG), reguladoras do apuramento provis√≥rio, n√£o s√£o suficientemente esclarecedoras do procedimento necess√°rio a ter em conta para o efeito, o que veio a ser complementado pela Directiva n¬ļ 8/17, de 18 de Agosto aprovada pelo Plen√°rio da Comiss√£o Nacional Eleitoral (CNE).
********************
Entrevistas
Isa√≠as Samakuva: ‚ÄúEstamos num momento de transi√ß√£o para uma nova era em Angola‚ÄĚ
O pa√≠s africano vive um momento hist√≥rico frente as pr√≥ximas elei√ß√Ķes, que marcar√£o o rumo que tomar√° o Governo angolano para sair da crise actual
********************
Isaías Samakuva promete governo inclusivo e participativo em Angola
O presidente do maior partido da oposi√ß√£o em Angola, Isa√≠as Samakuva, est√° nos Estados Unidos da Am√©rica para presenciar a tomada de posse do novo presidente norte-americano Donald Trump. A R√°dio Angola contactou o pol√≠tico e em exclusivo concedeu uma entrevista onde fala sobre as elei√ß√Ķes que se avizinham em Angola, com realce para o impedimento do exerc√≠cio do direito ao voto por parte dos angolanos residentes no estrangeiro.
********************
Entrevista do Presidente Isaías Samakuva ao portal Rede Angola
E o l√≠der da oposi√ß√£o vai j√° deixando o aviso para o MPLA, caso tentem fazer em 2017 o que, diz Samakuva, fizeram em 2012: se houver fraude eleitoral, a UNITA retaliar√°: ‚Äúhaveremos de preferir enveredar por outras vias do que permitir que, mais uma vez, uma fraude se verifique em Angola‚ÄĚ.
********************
"A geração que esteve envolvida no conflito ainda não se despiu de alguns preconceitos" - Lukamba Gato
O passado é coisa que o general e deputado Lukamba Gato, 59 anos, já não quer abordar com frequência. Prefere deixar isso para os historiadores, apesar de não conseguir esquecer o percurso que o levou a dirigir a UNITA nos momentos derradeiros do conflito armado...
********************
Facebook Youtube Twitter Contacto
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicac√£o e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
¬©  Copyright 2002-2013
Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017