UNITAANGOLA
Acordos Comunicados Discursos Estatutos Manifesto Memorando Regulamento
UNITA celebra 54 anos fiel à sua história e com olhos nas autarquias locais em todos municípios
"O nosso partido comemora hoje 54 anos e estamos aqui no Sumbe para juntos celebrarmos este aniversário. Ao mesmo tempo que celebramos esta data, queremos recordar aqui a trajetória histórica destes 54 anos”, afirmou a dado momento o Presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior ao discursar para milhares de adeptos no evento político.
07/04/2020
João Lourenço exonera e nomeia ministros e secretários de estado
O ex-ministro da Administração do Território, Adão de Almeida, foi nomeado, pelo Presidente João Lourenço, para o cargo de ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, em substituição de Frederico Manuel dos Santos e Silva Cardoso, exonerado. No lugar deixado por Adão de Almeida foi nomeado o ex-secretário para os Assuntos Políticos, Constitucionais e Parlamentares do Presidente da República, Marcy Lopes.

Foram igualmente nomeados, no quadro da redefinição da orgânica dos departamentos ministeriais António Francisco de Assis, para o cargo de ministro da Agricultura e Pescas, Victor Francisco dos Santos Fernandes, para o cargo de ministro da Indústria e Comércio. Diamantino Pedro Azevedo foi reconduzido para o cargo de ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás e Manuel Tavares de Almeida assume o novo Ministério das Obras Públicas e Ordenamento do Território.

Para o novo Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social foi nomeado o até então secretário de Estado para as Tecnologias de Informação, Manuel Gomes da Conceição Homem. A bióloga e ambientalista Adjany da Silva Freitas Costa, que no ano passado ganhou o Prémio Terra da ONU, é a nova ministra da Cultura, Turismo e Ambiente.

O Presidente João Lourenço nomeou também vários secretários de Estado. José Maria de Lima assume o cargo de secretário de Estado para a Defesa Nacional, enquanto Afonso Carlos Neto é o secretário de Estado para a Indústria Militar. Domingos André Tchikanha para a ocupar o cargo de secretário de Estado para os Veteranos da Pátria. Laurinda Jacinto Prazeres Monteiro Cardoso foi reconduzida no cargo de secretária de Estado para a Administração do Território enquanto que Márcio de Jesus Lopes Daniel, do mesmo ministério, é o secretário de Estado para as Autarquias Locais.

José Carlos Lopes da Silva Bettencourt foi nomeado para o cargo de secretário de Estado para a Agricultura e Pecuária, André de Jesus Moda, secretário de Estado para as Florestas e Esperança Maria Eduardo Francisco da Costa assume o cargo de secretária de Estado para as Pescas. Ivan Magalhães do Prado foi nomeado para o cargo de secretário de Estado para a Indústria e Amadeu de Jesus Alves Leitão Nunes assume o cargo de secretário de Estado para o Comércio.

Jânio da Rosa Corrêa Victor foi nomeado para o cargo de secretário de Estado para os Recursos Minerais e José Alexandre Barroso, para o cargo de secretário de Estado para o Petróleo e Gás. No Ministério das Obras Públicas e Ordenamento do Território foram nomeados dois secretários de Estado. Carlos Alberto Gregório dos Santos vai ocupar-se das Obras Públicas, enquanto Ana Paula Chantre Luna de Carvalho assume o Ordenamento do Território.
Mário Augusto da Silva Oliveira foi nomeado para o cargo de secretário de Estado para as Telecomunicações e Tecnologias de Informação enquanto o ex-ministro da Comunicação Social, Nuno dos Anjos Caldas Albino, assume o cargo de secretário de Estado da Comunicação Social.

Maria da Piedade de Jesus foi nomeada para o cargo de secretária de Estado para a Cultura e Paula Cristina Francisco Coelho para o cargo de secretária de Estado para o Ambiente. O Presidente da República assinou um decreto a exonerar Cassongo João da Cruz, do cargo de Vice Governador da Lunda-Sul para o Sector Político, Social e Económico e nomeou para as mesmas funções Mendes Lourenço Gaspar.
Ernesto Manuel Norberto Garcia foi nomeado para o cargo de Director do Gabinete de Acção Psicológica e Informação da Casa de Segurança do Presidente da República, em substituição de Aldemiro Justino Vaz da Conceição, exonerado hoje.

O Presidente da República exonerou Salviano de Jesus Sequeira, do cargo de ministro da Defesa Nacional, Manuel Domingos Augusto, do cargo de ministro das Relações Exteriores, António Francisco de Assis, do cargo de Ministro da Agricultura e Florestas, Bernarda Gonçalves Martins Henriques da Silva, do cargo de Ministra da Indústria.

Foram igualmente exonerados Diamantino Pedro Azevedo, do cargo de ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Manuel Tavares de Almeida, do cargo de ministro da Construção e Obras Públicas, Maria Antonieta Josefina Sabina Baptista, do cargo de ministra das Pescas e Mar, José Carvalho da Rocha, do cargo de ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

Ana Paula Chantre Luna de Carvalho, foi exonerada do cargo de ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Maria Ângela Teixeira de Alva Sequeira Bragança, do cargo de Ministra do Turismo, Maria da Piedade de Jesus, do cargo de ministra da Cultura, Nuno dos Anjos Caldas Albino, do cargo de ministro da Comunicação Social, João Ernesto dos Santos, do cargo de ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria.

Victor Francisco dos Santos Fernandes, exonerado do cargo de ministro do Comércio, Paula Cristina Francisco Coelho, do cargo de Ministra do Ambiente, José Maria de Lima, do cargo de secretário de Estado para a Defesa Nacional e Afonso Carlos Neto, do cargo de Secretário de Estado para os Recursos Materiais e Infra-Estruturas. Foram igualmente exonerados Tete António, do cargo de Secretário de Estado para as Relações Exteriores, Laurinda Jacinto Prazeres Monteiro Cardoso, do cargo de Secretária de Estado para a Administração do Território, Márcio de Jesus Lopes Daniel, do cargo de secretário de Estado para a Reforma do Estado.

Domingos André Tchikanha foi exonerado do cargo de secretário de Estado para os Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, José Carlos Lopes da Silva Bettencourt, do cargo de secretário de Estado para a Agricultura e Pecuária e André de Jesus Moda, do cargo de Secretário de Estado para as Florestas.
Ivan Magalhães do Prado foi exonerado do cargo de secretário de Estado da Indústria, Jânio da Rosa Corrêa Victor, do cargo de Secretário de Estado para a Geologia e Minas e José Alexandre Barroso, do cargo de secretário de Estado dos Petróleos.

Foram igualmente exonerados Amadeu de Jesus Alves Leitão Nunes, do cargo de secretário de Estado do Comércio, José Guerreiro Alves Primo, do cargo de secretário de Estado da Hotelaria e Turismo, Manuel José da Costa Molares D’Abril, do cargo de Secretário de Estado da Construção, Carlos Alberto Gregório dos Santos, do cargo de secretário de Estado para as Obras Públicas.

Manuel Marques de Almeida Pimentel foi exonerado do cargo de Secretário de Estado para o Ordenamento do Território, Joaquim Silvestre António, do cargo de secretário de Estado para a Habitação, Joaquim Lourenço Manuel, do cargo de secretário de Estado do Ambiente, Carlos Filomeno de Martinó dos Santos Cordeiro, do cargo de secretário de Estado das Pescas, Mário Augusto da Silva Oliveira, do cargo de secretário de Estado para as Telecomunicações e Manuel Gomes da Conceição Homem, do cargo de Secretário para as Tecnologias de Informação. Celso Domingos José Malavoloneke foi exonerado do cargo de Secretário de Estado da Comunicação Social, Aguinaldo Guedes Cristóvão, do cargo de Secretário de Estado da Cultura e João Pedro da Cunha Lourenço, do cargo de Secretário de Estado para as Indústrias Criativas.
Ler mais
Em destaque
UNITA saúda dia da paz com disposição ao diálogo e luta contra Covid-19 UNITA cria comissão de acompanhamento e prevenção à Covid-19
06/04/2020
03/04/2020
A UNITA afirma em comunicado que a assinatura do Memorando de Entendimento Complementar do Luena constituiu-se num momento das melhores expectativas para os angolanos, individual e colectivamente em todos os segmentos sociais, culturais, económicos, políticos e espirituais.


Os membros do órgão dirigente da alertaram sobre a necessidade de um incremento no abastecimento de água potável, a falta de gás butano, a possibilidade do executivo conceder uma cesta básica ás famílias mais desprotegidas, a falta de equipamentos de biossegurança em muitas unidades sanitárias, bem como o funcionamento dos centros de quarentena e a urgente necessidade de testagem de todos os casos considerados de risco, assim como o modo de prevenir a contaminação comunitária.
Pedro Sebastião coordena a Comissão Intersectorial contra o Covid-19 Chinês internado com suspeita de COVID-19 morre em Benguela
O ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, o general Pedro Sebastião, foi designado este domingo, 22 de Março de 2020, pelo Presidente da República, João Lourenço, para coordenar a Comissão Intersectorial de Gestão das Medidas Contra a Expansão do COVID-19.
O cidadão chinês que se encontrava internado no hospital geral de Benguela com suspeita de COVID-19 morreu a madrugada de quinta-feira 18 de Março de 2020.
Justiça Portuguesa determina arresto de bens de Isabel dos Santos
Governo Angolano desperdiçou 5 anos e não preparou Autarquias
A justiça portuguesa decretou, nesta sexta-feira, 13 de Março de 2020, o arresto de todos os bens da empresária angolana Isabel dos Santos, em Portugal, no âmbito do processo judicial que corre em Angola. Segundo Adalberto Costa Júnior, o plano continha também as leis que deviam ser aprovadas, o trabalho que o governo devia realizar como a delimitação geográfica dos municípios, e naturalmente o recenseamento integral dos cidadãos maiores que habitam nesses.
Isabel dos Santos admite candidatar-se à Presidência de Angola “Vamos continuar com manifestações, vigílias”, afirma Activista
A empresária angolana e filha do antigo presidente José Eduardo dos Santos admitiu a possibilidade, em entrevista à RTP3, de poder vir a candidatar-se à presidência do seu país nas eleições de 2022, noticia o jornal “Negócios”, na sua edição desta Quarta-feira, 15 de Janeiro de 2020. O activista Miguel Kimbenza terá sido detido por algumas horas esta Segunda-feira, 23 de Dezembro, de 2019, na sequência da vigília que pretendia realizar por três dias, no Largo 1º de Maio, centro da capital, Luanda, contra a subida dos emolumentos para a emissão do Bilhete de Identidade e Certificado do Registo Criminal, e confirmou a comunicação social que a sua detenção é uma declaração à guerra contra o Presidente da República.
Eco do Partido Campo do militante
Líder da UNITA garante fim da discriminação no GIP Isaías Samakuva: “Estamos num momento de transição para uma nova era em Angola”
O Presidente da UNITA, Isaías Samakuva, trabalhou esta quarta-feira 26 de Julho de 2017, na capital do Bengo, Caxito, tendo discursado para as populações locais. O país africano vive um momento histórico frente as próximas eleições, que marcarão o rumo que tomará o Governo angolano para sair da crise actual
Intolerância
Palavra do Presidente
Líder da UNITA aconselha respeito rigoroso e estrito face o COVID-19
Em mensagem de solidariedade às Instituições do país, em particular ao Ministério da Saúde, pela transmissão recomendável dos instrutivos para a prevenção do COVID-19, divulgada este Domingo, 22 de Março, na sua página oficial da Rede Social Facebook, o Presidente da UNITA Adalberto Costa Júnior exortou a todos os angolanos a ter um respeito rigoroso e estrito dos conselhos a serem passado pelas Instituições.

“Ora eu gostaria através desta declaração me solidarizar com as Instituições do nosso país, com os instrutivos que as comissões ministeriais, em particularmente o Ministério da Saúde tem vindo a difundir e a partilhar com todos os cidadãos, no sentido de todos nós, todos mesmo, termos um respeito rigoroso e estrito daquilo que nos está a ser aconselhado”.

“Esse é o momento das instituições de auscultação, as instituições de Aconselhamento serem todas chamadas, no sentido de fazermos aqui um União, diria, Nacional de Concertação e juntarmos os esforços, no sentido da sensibilização ao respeito a prevenção dessa pandemia”, acrescentou.

O Responsável Político apela a que os cidadãos angolanos fiquem em casa, como a mais importante medida para se conter a propagação massiva do vírus.

“E, está identificado hoje, como mais importante do que qualquer outra medida, o isolamento, o permanecermos em casa. É esse método que a China utilizou, foi esse o método que levou a que alguns resultados positivos fossem ali alcançados. É também este o método que os países europeus mais estão a deitar mão, pelo nível atingido em que se encontra. É este o método também que nós em Angola devemos usar para evitar que o nosso país possa ser atingido de forma massiva. Portanto, apelamos a todos os cidadãos que fiquem em casa”.

Em vídeo de 4 minutos e 38 segundos, o Líder do maior Partido na oposição angolana aconselhou aos angolanos em casa a respeitarem as normas de segurança como lavar as mãos e utilizar os produtos indicados pelas instituições sanitárias.

“Em casa respeitem as normas de segurança, lavemos regularmente as mãos com sabão, utilizemos os produtos de desinfecção que existem em base do álcool, utilizemos as máscaras se forem necessário, quando estivermos perto de outras pessoas, utilizemos a distância de segurança quando estivermos que sair, para ir a farmácia, para comprar um ou outro mantimento; mas rigorosamente evitemos as saídas, as visitas, as idas às festas, a visita aos amigos e aos familiares, porque a transmissão tem efectivamente uma enorme diminuição de ciclo se ficarmos no isolamento”.

“Falando de isolamento, as áreas de quarentena que o nosso país criou institucionalmente, devem estar efectivamente munidas das condições necessárias; devem ter condições de higiene, condições de puderem efectivamente receber todos os que para lá forem, com incentivo de permanência: higiene, não devem partilhar o mesmo espaço, não devem partilhar espaços onde haja riscos, no sentido sim, de que todos aqueles que forem para lá colocados tenham motivação de permanecerem durante o tempo que as Instituições entenderem necessário e evitarem riscos de âmbito público”, disse Adalberto Costa Júnior.

O líder da UNITA deixa também apelo às Instituições do seu Partido, em todo o país, ao nível dos Municípios, ao nível das comunas, para poderem sensibilizar as comunidades em línguas locais. “Devemos efectivamente fazer todos os esforços para que sejamos profundamente entendidos e ganhemos a guerra à pandemia através da prevenção”.


Ler mais
grupo parlamentar - actividade
Parlamentares trabalham nas comunidades do Kwanza Sul
No segundo dia dos trabalhos das IX Jornadas Parlamentares do Grupo Parlamentar da UNITA, os Deputados desdobraram-se em grupos de visita aos diferentes municípios da província do Kwanza Sul, para o contacto com os cidadãos.
Ler mais
L.i.m.a - actividades
Manuela dos Prazeres concorre por uma LIMA mais dinâmica e entrosada com a Sociedade
Manuela dos Prazeres de Kazoto procedeu este Domingo, 1 de Março de 2020, no Complexo Sovsmo em Luanda, ao lançamento da sua campanha para Presidente da LIMA, organização feminina da UNITA, durante IV Congresso deste organismo que decorre de 1 à 3 de Abril deste ano, tendo como objectivo essenciais da sua concorrência e defesas das classes sociais mais desfavorecidas do país, a inclusão e a expansão da mensagem do Partido a todas as populações angolanas.

No seu discurso de abertura, Manuela dos Prazeres manifestou-se confiante na sua vitória no dia 3 de Abril, tendo apelado à sua equipa para o trabalho científico e incansável.

“Inicia hoje a grande marcha política que nos levará indubitavelmente à eleição no dia 3 de Abril do ano em curso. Em Democracia e nas competições políticas não há vencedores antecipados, razão pela qual impõe-se uma atenção redobrada no nosso trabalho, pois a vitória vem de um trabalho científico e incansável, que passa pela mobilização convincente, olhando sempre para o interesse maior: a nossa Pátria, em primeiro lugar”.

Quanto às razões da sua candidatura, Manuel dos Prazeres, até então porta-voz da LIMA, diz que as mesmas assentam no facto de existirem muitos problemas a afectarem as mulheres e que animam a sua vontade de fazer melhor.

“Ainda há classes sociais a defender, ainda há um percurso a encetar com coragem e determinação para defender a breve; ainda a exclusão faz morada na nossa querida pátria, há gente sem eira e nem beira, e que necessita de um manto protector, acrescido a isso temos o apoio incondicional da maioria das mulheres da UNITA, de que uma vez vencidas as eleições internas, servirão de semente para expandir a mensagem da UNITA em todos os recantos desta bela pátria angolana”, disse.

No dia do início da sua campanha, Manuela dos Prazeres saudou as mulheres angolanas às quais deseja um Março Mulher profícuo e produtivo e as quais serão destinatárias do seu mandato.

Manuela dos Prazeres de Kazoto é jornalista, foi Porta-voz da LIMA, Secretária para informação da LIMA, e é membro da Comissão Política da UNITA, e é desmobilizada com a patente de Tenente.



Ler mais
Vídeos
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opiniões
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicacão e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
©  Copyright 2002-2013
Quinta-feira, 09 de Abril de 2020